Sunday, 3 June 2018

The Beach Wedding

The wedding yesterday happened by the beach, so I chose a long sleeve dress, once it is always cold on this season at the north beachside of Portugal. I also wanted a dress with some boho vibes, and this Uterque one, that I received on Valentines, seemed to be perfect. I felt quite good on this look, and even though I dont like to see myself in pictures once I look way to tanned (I am not), here are some for you to check it out.




Uterque dress* Givenchy Clutch* Schutz Sandals

Saturday, 2 June 2018

Versace Homage - Hair Inspiration

The biggest trend on the latest Versace show that was a homage to Gianni, was the return of the hair clip. Right back from the 90's, the hair clip, one for each side of the head, is suddenly everywhere, and for me (that never let them go) this couldn't be better news. For todays wedding I'm going to wear my hair curled, but half sided by silver hairclips with pearls. And yes, definitely got my eye on those original Versace Medusa golden ones that seem to be sold out everywhere. Here are the inspiring photos of this trend. I'll show you my full look later on...




Wednesday, 30 May 2018

Hey, I'm out. (I'm free...)

Chegou o dia para o qual caminhei pé ante pé nos últimos meses, sabendo que uma manhã iria acordar e organicamente sentiria necessidade de apagar as minhas redes sociais, principalmente tendo em conta no que se tornaram e que na verdade já não me servem. Há muito que já não me servem. Basta acompanhar os diferentes posts que fiz no último ano sobre estas e os meus detoxs digitais.
No Oregon, há cerca de 9 meses, estava sentada sozinha a observar aquela multidão feliz e envolvente, sem rede num raio de 40 milhas e pensei: "Meu deus, nós voltamos à Idade Média. Hoje em dia as pessoas vão ao centro da praça e pregam um pergaminho  no pelourinho  com alguma informação sobre elas, seja com a forma que for.  Informação na maioria das vezes que era até há uma década atrás considerada "privada", "íntima" ou "irrelevante". Muita, muita gente se dirige a esse pelourinho para ver o que ali está. Uns poucos, assinam por baixo dando a sua validação, outros passam, olham e seguem ignorando. Outros vão relatar a terceiros e fazer juízos de valor. Outros simplesmente gostam de observar no anonimato. Mas que raio de sociedade é esta?"
Nesse momento achei que as redes sociais eram a coisa mais pateta deste mundo, um retrocesso na evolução humana que cria tantas expectativas, tantas falsas verdades e tantas desilusões. A caverna de Platão. Mas depois voltei e tive necessidade ou fraqueza de partilhar coisas, de manter contacto com amigos, de ver as novas deles, de que não me escapasse nada. De estar "incluída": Info-incluída.
Hoje vejo que essas vontades já não são compatíveis com os meus objectivos de desenvolvimento pessoal. A necessidade de escrita e partilha que me acompanha desde que tenho 1,10m, e julgo, toda a gente que sente realização em escrever, continuará nos blogs se assim me apetecer (que saudades do blogging da velha guarda), aqui também têm o meu email para se me precisarem de algo, seja o que for.
Agradeço a todos, todas as palavras de carinho e amizade que fui coleccionando ao longo destes 8 anos da página de Facebook onde a interacção era mais rápida e directa. A todas as pessoas que me tocaram no coração e mesmo sem saber mudaram algo na minha vida, e muito me ensinaram e enriqueceram. Não éramos muitos mas éramos bons, tal como imagino um little gang. Fiz vários amigos também. Não os esquecerei e espero, old school, receber missivas vossas. Mas agora é altura de sair ou melhor, de me libertar para voos mais altos, espero que entendam.
Do fundo do coração obrigada, espero encontrar-vos a vivo e a cores, pois esse é sem dúvida o único vínculo real, olho no olho, que faz o mundo andar para a frente. Desejo que tudo seja amor, saúde, paz e harmonia nas vossas vidas, tal como desejo para a minha.
Vossa,
Raquel.
(E agora Silencio: "No hay banda! It's all a tape. Il n'est pas de orquestra. It is... an illusion!")

EDIT: Life is what happen while we are doing plans... Começo amanhã um novo projecto na área do marketing onde tenho de gerir redes sociais, e recuperar as minhas, assim como a rede de contactos nelas construída previamente, foi essencial. Nos dias de hoje é mesmo impossível em fugir do mundo digital, principalmene quando usado como ferramenta de trabalho. Não posso dizer no entanto que senti qualquer falta, ou que o pensaria fazer não fosse o caso. De qualquer forma apreciei tanto este silêncio que o tentarei manter na minha vida, usando as redes doseadamente, e com as apps activas apenas no meu telefone de trabalho. Para quem está a pensar sair, como eu fiz há um mês, uma palavra de apoio: é mais fácil do que parece. Os verdadeiros amigos formam a nossa verdadeira rede social e é deles que recebemos opiniões sobre o que se passa no mundo, fotos giras das suas férias ou mesmo novidades dos saldos. E o sossego, o silêncio, a tranquilidade que traz é impagável. A página de Facebook no entanto, não voltará a ser activa. Vemo-nos aqui e por aí. A velocidade cruzeiro...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...