Thursday, 6 April 2017

40 months

Amanhã, dia 7, faço 40 meses de casada. Número redondinho e que me enche de orgulho. Orgulho de quem somos, éramos, e continuamos a ser, nesta viagem que é uma relação a dois. Mas eu sou apressadinha e quero fazer este post já hoje mesmo. Porque dentro destes 40 meses o dia 6 de Abril assumiu papel de destaque. Curioso como tudo começa e acaba como se fosse esculpido por um artista. 

Ontem dizia no Facebook do blog que isto da felicidade é uma questão de se procurar por ela. Procurar com vontade de encontrar. Como a minha mãe procura trevos de quatro folhas e por isso tem uma colecção enorme. Quando abrimos o coração para alguma coisa, quando queremos muito algo, o universo conspira para que aconteça. Seja encontrar o trevo da sorte, seja ter conseguido ontem bilhete para o concerto do Dave Matthews e Tim Reynolds, banda sonora deste e de outros dias 6 de Abril e que era tão importante para mim. Seja ser feliz. Connosco e com quem está em nós. 

Estas fotos que vos mostro não foram tiradas pela fotógrafa do casamento e sim por uma prima. Só as vimos no dia, curiosamente, que celebrámos dois anos de casados, aquelas tais esculpidelas a cinzel. E dizem tanto, mas tanto sobre nós. São as fotografias que melhor nos definem. Neste momento tínhamos acabado de abrir o bolo sob a música "Dog Days are Over" dos Florence e os nossos amigos e familiares aproximaram-se de nós a dançar e não mais parámos. Foi mágico! E eu que sou a pessoa mais chorona deste mundo e do outro, não deitei uma lágrima no meu casamento. Como não o fiz no dia 6 de Abril. Porque quando as coisas são realmente importantes, uma espécie de capa de super-poderes abate-se sobre nós. Neste dia não chorei. Só ri, sorri, ri muito...

E não importa se o vestido não ficou como eu queria, se se engaram na cor das flores, se não abrimos a pista com a valsa do Tchaikovsky como estava programado e sim assim. A rir. Tão nós. A mais 40 juntos. Às vezes desfocados, sempre presentes. 40 de cada vez.

EDIT: sou muito tonta, afinal são 42 :) O que conta é a intenção e para mim, qualquer número é redondo. Então a 42 de cada vez!!














7 de Setembro de 2013, Parque da Penha, Guimarães

No comments:

Post a Comment

I believe in the power of Love! Thank you for coming and sharing.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...