Friday, 7 April 2017

Todavia



Hoje sim 42. Estava a contar as peripécias que tive com o meu padre e lembrei-me de partilhar este poema lindo que fez parte da cerimónia. O nosso padre não é um padre comum. Tem um humor particular, na cerimónia fez as leituras que lhe apeteceu (segundo ele não lhe apetecia ler o evangelho que eu tinha escolhido), fez uma piadinha quando na cerimónia do matrimónio eu disse "Aceito-te a ti Eurico, meu amor", e ainda chegou atrasado à igreja, eu noiva tive de esperar por ele um bom bocado, inédito. Um padre comme il fault, mais existissem como ele em Portugal. Quando lhe falei deste poema, lindo poema do Mario Benedetti que eu tinha descoberto há uns anos atrás, e já tinha encarregue a Andrea,  uma boa amiga nossa venezuelana de o ler na igreja, ele disse: "A Raquel sabe que isto é um bocado lascivo não sabe? Mas eu vou fazer de conta que não percebo espanhol..." Oh happy days... Aqui fica o Todavia. 

No lo creo todavía 
estás llegando a mi lado 
y la noche es un puñado 
de estrellas y de alegría 

palpo gusto escucho y veo 
tu rostro tu paso largo 
tus manos y sin embargo 
todavía no lo creo 

tu regreso tiene tanto 
que ver contigo y conmigo 
que por cábala lo digo 
y por las dudas lo canto 

nadie nunca te reemplaza 
y las cosas más triviales 
se vuelven fundamentales 
porque estás llegando a casa 

sin embargo todavía 
dudo de esta buena suerte 
porque el cielo de tenerte 
me parece fantasía 

pero venís y es seguro 
y venís con tu mirada 
y por eso tu llegada 
hace mágico el futuro 

y aunque no siempre he entendido 
mis culpas y mis fracasos 
en cambio sé que en tus brazos 
el mundo tiene sentido 

y si beso la osadía 
y el misterio de tus labios 
no habrá dudas ni resabios 
te querré más 
todavía.

No comments:

Post a Comment

I believe in the power of Love! Thank you for coming and sharing.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...