Wednesday, 19 July 2017

Laços de sangue

A Maria, a Luísa, a Francisca (sobrinha emprestada) e a Constança

Este post chamava-se "Ser Tia" e continha um enorme texto com 7 parágrafos, onde descrevia cada um dos meus quatro sobrinhos, o porquê de cada um ser tão único e deste sentimento tão nobre que é o amor de tia. Quis adiccionar o vídeo que está em baixo através do telefone e quando cá voltei tinha-se ido tudo. Tudo! Tentei recuperar, pensei escrever de novo e depois concluí que não era para ser. Talvez o que sinto por cada um dos meus sobrinhos deva ficar guardado para mim. O essencial já o sabem, principalmente quem me segue noutras redes. Sou uma tia babada, que tem como benção maior na vida estes sobrinhos. Não os carreguei no ventre mas isso não me impede de ter este amor sem fim, que no entanto opostamente ao amor de pai, não é tão preocupado em criar, educar e formar. Mas que vale tanto para os abraços como para os ralhetes. Fui tia a primeira vez com 18 anos e cresço com o crescimento deles. Ensinam-me mais do que julgam e são o melhor do mundo. O melhor do meu mundo, e eu eu adoro-os profundamente. Se não fossem os seres humanos excepcionais que eu acho que são, talvez isso fosse indiferente, pois aos meus olhos de amor eles seriam sempre únicos para mim. Talvez um dia volte a escrever sobre cada um deles como fiz esta manhã. Agora ficamo-nos pela festa. 

A Primeira Comunhão da Maria Luísa pode-vos deixar uma sensação de dejá vu pois foi no mesmo sítio que a Comunhão da Maria que hoje tem 15 anos. Usaram ambas o mesmo vestido Bonpoint que um dia espero ver numa filha minha, e receberam ambas da minha parte o mesmo presente: o primeiro colar Tiffany de cada uma. A vaidade e feminilidade (e a piroseira) corre-nos a todas no sangue, gosto de pensar que saíram um pouco a mim. Sim, sou mesmo babada. Podem recordar o post com o dia especial da Maria aqui. Aqui ficam algumas fotos em família (o meu sobrinho Manel não aparece porque é demasiado irrequieto para poses) e o meu look com o vestido estilo bailarina, que entretanto a minha sobrinha Maria já usou no seu baile de finalistas. Está nos genes entendem? E eu só posso amar loucamente e inchar de orgulho. Aqui vai.

Com a princesa da festa e a clutch com a mensagem mais especial, 
estrategicamente colocada na foto.

Com o meu amor, que ao casar-se comigo ganhou quatro sobrinhos, que adora em reciprocidade. 

Com as mães de três das quatros meninas, as belas irmãs Dantas. Família não são só laços sanguíneos, família é também quem escolhemos para estar do nosso lado nos bons e maus momentos. Felizmente os bons ganham em peso.

Com o meu Rei, o meu pai, avô babadissimo desta canalha toda.


I'm Wearing:
Lunatic Italia dress* Zara sandals* Givenchy clutch


Rodem a cabeça um bocadinho :)

2 comments:

  1. Que lindas , todas :)

    Não conhecia o teu blog , mas já estou a seguir !
    Visita-me também em
    www.fashioncannibal.com

    xx

    ReplyDelete
  2. Nice post!
    I'm a new follower of your blog, if you want to follow mine on my blog ...
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/

    ReplyDelete

I believe in the power of Love! Thank you for coming and sharing.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...